terça-feira, 15 de julho de 2014

Review Say The Word - Julie Johnson

Título: Say The Word
Autora: Julie Johnson
Avaliação: 3/5
Data de Publicação: 04 de Junho de 2014.
** O livro pode ser encontrado aqui.


Say the Word começa muito bem, com um prólogo muito bem escrito e estruturado, que logo prende a sua atenção. Infelizmente, essa sensação não se estende ao livro todo. Eu achei o livro um pouco grande para a proposta que sustenta. A verdade é que eu gostei da ideia da história, mas acho que o livro tinha que ser reescrito.

A autora é um tanto prolixa, o que afeta diretamente na qualidade da escrita e, assim, te faz perder o interesse na narrativa. Várias vezes tive vontade de passar as páginas e tenho certeza que teria ganhado tempo e não teria afetado em NADA no desenvolver da trama. Muitas descrições longas e diálogos desnecessários. Se o livro fosse menor, a escrita teria mais foco, a história te deixaria em alerta e a leitura fluiria com mais facilidade.

Nesse livro, você irá encontrar uma história de suspense com uma pitada de romance. Eu senti falta de ação em um contexto geral. Faltou ação no suspense, ação no romance, ação na aventura, ação na própria ação. Como eu disse, o livro tinha que ser reescrito. Apesar da ideia da trama ser boa, a execução não é bem feita. Outro ponto que deveria ser observado é que a narrativa é alternada entre presente e passado, o que foi bem irritante.

Na história temos a personagem Lux Kincaid, que desde muito nova lidava com muitas responsabilidades. Seus pais eram negligentes, alcoólatras, o que fez com que Lux tivesse que trabalhar duro para ajudar a pagar o tratamento médico de seu irmão, Jamie, que tinha câncer.

Assim, Lux não ligava para bens materiais, ela estava mais preocupada na saúde de seu irmão. Consequentemente, ela era o foco de desprezo na escola por causa de suas roupas velhas. Ela não se importava com isso, pelo contrário, ela queria ser invisível, e achava que estava fazendo um bom trabalho em não ser notada.

Porém, Sebastian “Bash” Covington notou Lux. Sebastian vivia em um mundo completamente diferente do de Lux. Ele vinha de berço de ouro, dinheiro nunca foi um problema para ele. Sua família estava envolvida com política e seus pais queriam a mesma coisa para o futuro de Bash.

Bash não queria se envolver com política, ele queria seguir seus próprios sonhos e queria que Lux fizesse parte de seu presente e futuro. O relacionamento deles começa como uma amizade que logo se torna em algo mais. Até que Lux decide que ela tem que terminar com Bash, nem que isso o faça sofrer imensamente.

Lux nunca esperava encontrar Bash de novo. Até que sete anos depois eles se reencontram. E Bash, que é um famoso fotógrafo, faz questão de usar sua influência para fazer com que Lux trabalhe para ele. Ele de alguma forma quer fazer com que ela sofra por causa dele da mesma forma como ele sofreu por ela.

Lux, que é uma jornalista, se vê obrigada a trabalhar para Bash, caso contrário ela perderia seu emprego. Além da dor de cabeça de ter que se envolver com Bash de novo, ela enfrenta um mistério: meninas pobres que ela conhece estão desaparecendo. E ela quer desvendar esse mistério. E não é só ela que desvendará um mistério. Bash também descobrirá aos poucos o que levou Lux a destruir seu coração no passado e ele perceberá que nem tudo é o que parece.

Apesar da escrita ser irritante, eu diria que quem curte um suspense light deveria dar uma chance ao livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário