segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Review "Sweet Addiction (Sweet Addiction, #1)" - Jessica Daniels

My rating: 1 of 5 stars

Esse livro foi um desastre.

Começou bobinho, depois ficou irritante, depois foi para extremamente irritante, e terminou comigo com dor de cabeça.

Eu ainda não consigo acreditar que ele está no round final da votação do goodreads em melhores livros de estréia. É algo que eu não compreendo. Para mim, Fade In e Full Measures foram livros que mereciam estar e adivinhem, não estão na final. Opinião realmente é algo que não se discute. Só se aceita e respeita.

Enfim, voltando para o livro.

Eu tive uma dificuldade ENORME em entender a lógica da Dylan, a mocinha.
O livro já começa testando a minha capacidade de raciocínio e eu lamento em dizer que eu acho que fui reprovada.

Então, ela trabalha fazendo bolos de casamento, festas de aniversário, e outros eventos e tem uma lojinha onde ela vende as suas guloseimas. E por algum motivo ela aceitou fazer o bolo de casamento da festa do ex namorado dela de um relacionamento de dois anos que terminou, pois ele a traiu. Eu não sei quem é mais louco, ela por aceitar essa proeza ou ele ter a coragem de comer esse bolo. E para piorar, ela ainda fica para festa. Tipo, COMASSIM???

Aff...

Nessa festa, Dylan conhece Reese. Por pura atração física os dois transam no banheiro e as coisas terminam mal. Reese fica sem saber o que fazer pós coito, e Dylan fica sabendo que ela acabou de transar com um cara casado.

Dylan resolve esquecer Reese, mas ele a manda um presente que a deixa revoltada, afinal, ele é casado e não deveria estar mostrando interesse por outra mulher além de sua esposa. Assim, ela resolve confrontar Reese e dá-lhe uma bofetada na cara.

E é assim que a relação deles funciona. Eles se pegam, não conversam sobre nada produtivo, há 1000 e um mal entendidos que são resolvidos antes com bofetadas e depois, sim, explicações. Todos os mal entendidos são coisas bestas que poderiam ter sido resolvidas com apenas uma conversa, mas Dylan é extremamente imatura e já parte para agressão física e tratamento de gelo.

Dylan é o tipo de personagem impossível de se apegar. Ela é muito infantil, imatura, não sabe dialogar, muuuuuuuuuuuuuuito insegura, com autoestima baixíssima e um dom mortal de tirar conclusões negativas de tudo o que acontece.

Quando ela e Reese dialogavam, os assuntos eram em torno de: com quantas mulheres Reese já transou, se ele gostava de fazer sexo oral nelas, se ele dava apelidos carinhosos para as outras mulheres, e várias outras perguntas corta tesão.

(E outra, Dylan disse várias vezes que queria que o relacionamento deles fosse somente sexo e casual. Que era só a sexo eu concordo, mas não tinha nada de casual. E no final quando ela queria um relacionamento sério, ela culpou Reese de querer só sexo, sendo que ele sempre foi o a favor do relacionamento sério entre eles. Logo, Dylan é completamente louca!!!)

Falando em corta tesão... eu tive um pouco de dificuldade lógica também em algumas cenas calientes entres esses dois personagens. Reese é gamado por cinta-liga com meia, assim, Dylan faz questão de usá-las. E quando eles estão no rala e rola, Reese simplesmente tira a calcinha de Dylan a deixando com a cinta liga e a meia, mas... Como?? Isso é algo totalmente ilógico, como você pode tirar a calcinha sem a cinta-liga??? E não, ele não abria a cinta-liga, ele simplesmente tirava a calcinha em 2 segundos. No meio de uma cena quente eu me via paralizada tentando entender a lógica dos atos e foi um corta tesão. E essa cena aconteceu mais de uma vez, ou seja, lógica realmente não está a favor desse livro.

Teve uma outra cena, em que Reese vai até a loja de Dylan e ela não abre a porta para ele. Ela o deixa do lado de fora a observando se masturbar pelo vidro. Desde esse episódio, Reese deveria ter se tocado e dado no pé. Os sinais de que Dylan não é muito estável estavam todos visíveis, mas ele que quis pagar para ver... Para piorar, depois de se masturbar a distância, ela abre a porta para ele e mete a mão em um glacê que ela estava fazendo. Eu realmente espero que ela não tenha usado esse glacê depois para nada que ela venda na sua loja!!!!

Esse livro também tem coincidências, do tipo, a amiga de Dylan namora Ian, que é amigo do Reese e eles tem um amigo que é gay, então obviamente ele começa a namorar o melhor amigo de Dylan que também é gay.

Aff... cansei de falar desse livro.

Para piorar o cenário todo, esse livro ainda tem continuação dessa miséria!!!! Imagina, mais um livro de mal entendidos... Tô fora!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário